Coelhos também devem ser castrados para terem uma vida saudável e feliz

Coelho castrado é coelho feliz!

                      Coelho castrado é coelho feliz!

Muitos tutores dos simpáticos orelhudos não sabem, mas os coelhos que passam pelo procedimento de castração/esterilização são mais saudáveis e vivem mais do que os animais que não foram submetidos à cirurgia. O risco de câncer do sistema reprodutivo, assim como a neoplasia mamária, é praticamente eliminado por meio da esterilização da coelha. Já os machos, vivem mais e com menos estresse, já que diminuem as disputas e brigas com outros animais.

Fora os benefícios que envolvem a saúde dos orelhudos, animais castrados se tornam melhores animais de estimação, já que ficam mais calmos, menos agressivos e mais sociáveis. Os coelhos costumam morder, chutar e ter algumas ações consideradas destrutivas. Isso não é novidade pra ninguém! Mas de acordo com especialistas, a castração contribui para prevenir alguns destes comportamentos desagradáveis, como a demarcação do território através da urina.

Dominância

Alguns tutores podem achar desnecessária a castração/esterilização do animal pelo simples fato de terem apenas um coelho de estimação, o que não possibilitaria a reprodução doméstica. Mas os benefícios vão muito além da superpopulação, principalmente se você decidir adotar um coelho do mesmo sexo, já que pode haver brigas por dominância com consequências bem graves. Coelhos castrados têm maiores chances de se darem bem e de encerrarem as brigas por dominância mais rapidamente.

Vale ressaltar que este procedimento cirúrgico é seguro, principalmente se for realizado por um médico-veterinário com experiência em castração em animais exóticos. A mortalidade por castração é mínima, desde que seja feita por um profissional experiente e se os cuidados pós-operatórios forem seguidos à risca. A cirurgia pode ser agendada assim que o coelho atingir a maturidade sexual. As fêmeas podem ser esterilizadas entre o quarto e o sexto mês de vida. Já os machos, geralmente, podem ser castrados a partir do terceiro mês de vida.

O único cuidado, antes da cirurgia, é solicitar um exame de sangue. Este procedimento aumentará um pouco o custo da castração, mas tornará o processo cirúrgico mais seguro. Além disso, uma coisa muito importante de ser feita nos dias que antecedem a cirurgia é evitar mudar a dieta do animal de estimação. Após a cirurgia, mantenha-o em um ambiente tranquilo e garanta os cuidados repassados pelo médico-veterinário. Em poucos dias, o coelho deverá estar saltitante e feliz com o ato de amor do seu tutor. Afinal, quem ama, castra!

 

 

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com