Adoção responsável

Antes de adotar um animal de estimação, consulte sua consciência e reflita sobre estas considerações:

  • Todos os que moram com você estão de acordo?
  • Você está disposto (a) a cuidar do animal durante toda a sua vida? (10 a 20 anos)
  • Você irá fornecer-lhe alimentação adequada e cuidados veterinários?
  • Você cuidará dele, dando-lhe banhos e levando-o a passear?
  • Sua casa/apartamento tem espaço suficiente?
  • Você conseguirá mantê-lo dentro dos limites de sua casa ou quintal para que não fuja, seja atropelado ou agrida alguém?
  • Você será responsável pelos filhotes do seu animal ou providenciará a esterilização/castração dele?
  • Onde o animal irá ficar em caso de emergência ou durante suas férias?

OUTRAS CONSIDERAÇÕES

Antes de comprar, considere adotar. Além de economizar financeiramente, você estará contribuindo para reduzir o processo de exploração animal.

Se possível, procure adotar animais recolhidos em lares provisórios ou abrigos públicos. Alguns desses animais ficam sujeitos a ser sacrificados se não forem adotados em poucos dias.

Assim agindo, você estará beneficiando um ser que já foi exposto a muito sofrimento, perambulando pelas ruas da cidade com fome, sede, sujeito a maus-tratos e até mesmo à morte, em total abandono.

Animais de Raça

Se você decidir pela compra de um animal de raça, faça antes uma pesquisa com veterinários, livros, amigos, internet, etc., sobre as características do animal escolhido. Assim você saberá o que esperar desse animal.

Não compre um animal porque sua raça “está na moda” – pode não ser uma raça ideal para o seu estilo de vida, o que vai causar sofrimento ao animal e a você. Verifique questões de espaço, alimentação especial, temperamento, se o animal pode conviver com crianças, se não requer companhia constante de seus tutores, etc.

De raça ou sem raça, o animal é um ser vivo, não um objeto que possa ser vendido, trocado, abandonado à própria sorte… Reflita bem.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com